Um Pouco de Sabedoria por Diana Princesa de Gales.

Little Bit of Wisdom …

… from Diana, Princess of Wales

“Carry out a random act of kindness with no expectation of reward, safe in the knowledge that one day someone might do the same for you.”

“Family is the most important thing in the world.”

“I think the biggest disease the world suffers from in this day and age is the disease of people feeling unloved. I know that I can give love for a minute, for half an hour, for a day, for a month, but I can give.”

“Everyone of us needs to show how much we care for each other and, in the process, care for ourselves.”

“I want my boys to have an understanding of people’s emotions, their insecurities, people’s distress, and their hopes and dreams.”

“Hugs can do great amounts of good – especially for children.”

Source: editor@activityvillage.co.uk

Em português

Um Pouco de sabedoria …

… de Diana, princesa de Gales

“Realize um ato aleatório de bondade sem expectativa de recompensa, sabendo que um dia alguém pode fazer o mesmo por você”.

“A família é a coisa mais importante do mundo”.

“Acho que a maior doença que o mundo sofre neste dia e idade é a doença das pessoas que se sentem amadas. Eu sei que posso dar amor por um minuto, por meia hora, por um dia, por um mês, mas posso dar.”

“Todos nós precisamos mostrar o quanto nos cuidamos e, no processo, nos cuidamos”.

“Eu quero que meus meninos tenham uma compreensão das emoções das pessoas, suas inseguranças, angústia das pessoas e suas esperanças e sonhos”.

“Os abraços podem fazer grandes quantidades de bem – especialmente para crianças”.

Fonte: editor@activityvillage.co.uk

Advertisements

A Influência de um Professor

A Teacher’s Influence …

Teaching is and will always be my life. I love my students – kids, teenagers or adults. On the days I am not teaching, I feel empty. It is my great happiness to see my students grow and succeed in learning English.

Paula Lyra.

“I like a teacher who gives you something to take home to think about besides homework.” 

Lily Tomlin

“If kids come to us from strong, healthy functioning families, it makes our job easier. If they do not come to us from strong, healthy, functioning families, it makes our job more important.”

Barbara Colorose

“Teaching is the greatest act of optimism.” 

Colleen Wilcox

“I am not a teacher, but an awakener.” 

Robert Frost

“Teachers can change lives with just the right mix of chalk and challenges.”

Joyce Meyer

“Let us remember: One book, one pen, one child, and one teacher can change the world.”

Malala Yousafzai

“A word of encouragement from a teacher to a child can change a life.”

John C. Maxwell

“A teacher affects eternity; he can never tell where his influence stops.”

Henry Adams

“I touch the future. I teach.”

Christa McAuliffe

Palavras de sabedoria ao redor do mundo

Words of Wisdom from Around the World …
10 proverbs from around the world.

🔷"Slippery ground does not recognise a king."
Kenyan proverb – meaning that even the most powerful people are just human.

🔶"The pillow is the best advisor."
Swedish proverb – meaning that it is always a good idea to "sleep on it" or sleep on a problem.

🔹"A frog in a well does not know the great sea."
Japanese proverb – meaning that there might be more going on than you know about. Try to look at the big picture.

🔶"If the world flooded, it wouldn't matter to the duck."
Turkish proverb – meaning that a problem for you isn't necessarily a problem for everyone.

🔷"Empty barrels make the loudest noise."
Icelandic / Indonesian proverb – meaning that the loudest people aren't always the cleverest.

🔶"When spider webs unite, they can tie up a lion."
Ethiopian proverb – meaning that teamwork can conquer even the biggest problems.

🔷"A bad ballerina blames the hem of her skirt."
Polish proverb – meaning that some people will blame anything rather than themselves for their shortcomings.

🔶"A monkey dressed in silk is still a monkey."
Spanish proverb – meaning that you can cover up what's underneath, but you won't change it.

🔷"The honey only sticks to the moustache of he who licked it."
Arabic proverb – meaning that you can't escape from a crime; evidence will follow you around.

🔶"Shrimp that fall asleep are carried away by the current."
Colombian proverb – meaning, you snooze, you lose!

Source: Activity Village

Em Português
Palavras de sabedoria de todo o mundo …
Esta semana, juntei 10 provérbios de todo o mundo. Alguns me fizeram rir e pensei que fossem divertidas para compartilhar com as crianças.

"Terra escorregadia não reconhece um rei".
Provérbio queniano – o que significa que mesmo as pessoas mais poderosas são apenas humanas.

"O travesseiro é o melhor conselheiro".
Proverbio sueco – o que significa que é sempre uma boa idéia "dormir sobre ele" ou dormir em um problema.

"Um sapo em um poço não conhece o grande mar".
Provérbio japonês – o que significa que pode haver mais acontecimentos do que você sabe. Tente olhar o quadro geral.

"Se o mundo inundasse, não seria importante para o pato".
Proverbio turco – o que significa que um problema para você não é necessariamente um problema para todos.

"Barris vazios fazem o barulho mais alto".
Provérbio islandês / indonésio – o que significa que as pessoas mais altas nem sempre são as mais inteligentes.

"Quando as telhas de aranha se unem, podem amarrar um leão".
Proverbio etíope – o que significa que o trabalho em equipe pode conquistar até mesmo os maiores problemas.

"Uma bailarina ruim culpa a bainha de sua saia".
Provérbio polonês – o que significa que algumas pessoas culparão qualquer coisa em vez de elas mesmas por suas falhas.

"Um macaco vestido de seda ainda é um macaco".
Provérbio espanhol – o que significa que você pode encobrir o que está embaixo, mas você não vai mudar isso.

"O mel só adere ao bigode daquele que o lambeu".
Provérbio árabe – o que significa que você não pode escapar de um crime; A evidência irá segui-lo ao redor.

"Os camarões que dormem são levados pela correnteza".
Provérbio colombiano – o que significa que você dorme, você perde!

Fonte: Activity Village

Terminology for Reading and Listening

img_0102-4

Reading for gist/Skimming

Reading quickly to get a general understanding of a written text, eg reading a description of a city to find out if it sounds like somewhere you’d like to visit.

Reading for specific information/Scanning

Searching for a particular piece of information in a written text, eg reading a description of a city only to find out which country it’s in.

Reading/listening for detail

Reading or listening more carefully so that you get a full understanding of the text, eg reading a description of a city to find out everything about it.

Listening for gist

Getting a general understanding of something you hear, eg listening to the weather forecast and deciding you might need to take an umbrella when you go out.

Listening for specific information

Listening for a particular piece of information, eg listening to the weather forecast to find out what the temperature will be tomorrow.

Inferring meaning

Making guesses about what is not stated explicitly in a text, eg listening or reading a conversation and deciding that the people are brother and sister without them saying so.

Coherence

Organising ideas in a logical way when speaking or writing so that the listener or reader can follow our ideas.

Cohesion

Joining sentences together using words like and, but and because so our language flows more easily.

Interactive strategies

Strategies we use when we are speaking, eg showing you are listening to other people by saying things like, mmmm or uh-uh or oh!

Turn taking

An interactive strategy which is about knowing when you can join in a conversation and signalling when you think someone else should speak.

Fluency

For speaking; this is speaking without a lot of hesitation and too many long pauses. For writing; this means you can write without stopping for a long time to think about what to write.

What does classroom management include?

Classroom management is about how you manage what happens in the class and is really important for any teacher, especially for teaching children and teenagers in large classes. Here are some of the key things that you’ll need to start thinking about to help your lessons go as smoothly as possible.

Organising the classroom

Deciding what you want to do with the chairs and desks in the class. Do you want your learners to sit in rows? In a horseshoe? Café-style sitting around tables?

Organising the learners

Deciding how you want your learners to complete an activity. Do you want them to work alone? In pairs? In groups? As a whole class?

Eliciting

Asking learners questions to find out what they know and don’t know about an idea or about language.

Giving instructions

Telling learners what you want them to do in an activity.

Checking understanding

Asking learners questions to check that they understand the meaning of language or to check that learners know what to do in an activity.

Monitoring

When learners are doing an activity on their own or in pairs/groups, the teacher walks around the room to look at or listen to what learners are doing to check that they are doing the right thing and to help when needed.

Giving feedback

Telling learners how they are doing. This could be checking the answers to an activity in class or providing some correction. It could also be talking to learners about their progress.

Boardwork

Organising your board and using the board to help learners learn.

Shakespeare invented new words

Shakespeare 3

Nobody knows exactly how many words in the English we use everyday were invented by Shakespeare.

Some people have claimed that Shakespeare invented many thousands of words but a more generally accepted figure is 1,700.

As this National Geographic article explains, Shakespeare may have been the first person to use some words in writing or to popularise their use. Whether he ‘invented’ the words or not, he has certainly had a profound effect on English vocabulary.

Here are some of the words and phrases usually attributed to Shakespeare..

  • bedroom
  • blanket
  • fashionable
  • freezing
  • gossip
  • hostile
  • ladybird
  • lonely
  • manager
  • obscene
  • priceless
  • puke
  • undress
  • unreal
  • watchdog
  • pomp and circumstance
  • the be-all and end-all
  • flesh and blood

An internet search for ‘words invented by Shakespeare’ will bring up many thousands of results. Do a search and see which other words you can find to add to the list.

Watch this video: https://www.futurelearn.com/courses/explore-english-shakespeare/1/steps/59163?utm_campaign=Share+Links&utm_medium=futurelearn-open_step&utm_source=google-plus

© British Council

Nunca é tarde para aprender a falar Inglês

Muitas pessoas pensam que já passaram da idade apropriada e que não serão mais capazes de aprender a falar Inglês. Eu já ouvi frases como “papagaio velho não aprende a falar” ou “Eu tenho muito vocabulário, mas não sei formar frases” ou “Na hora fico nervoso e esqueço tudo.”

Todos nós passamos por dificuldades ao tentar aprender a fazer algo novo já mais velhos. Seja um esporte, trabalho manual,  estudo, qualquer aprendizagem é mais difícil ao longo dos anos, mas isso não pode ser motivo de desânimo.

É muito comum eu ouvir justificativas como: falta de tempo, dinheiro, transporte, inibição, quando na verdade falta ter coragem para arregaçar as mangas e superar os obstáculos. Hoje em dia existem até cursos de inglês on-line!

Em termos de educação, pesquisas colocaram o Brasil no final da linha entre países com conhecimento de Inglês. Isso é deprimente, especialmente se pensarmos que em breve o Rio irá sediar os Jogos Olímpicos, um evento que envolve conhecimento de Inglês.

Algumas pessoas já passaram por humilhação ou constrangimento ao comentem algum erro e acabaram envolvidas em grande dificuldade. Eu sei de casos com pessoas que já passaram por situações tão embaraçosas que se tornaram cômicas.Todas essas experiências bizarras durante viagens internacionais, entrevistas de emprego, ou reuniões são válidas. O aluno tem de seguir em frente, não se sentir desanimado, ele deve saber que tudo isso faz parte do processo de aquisição da linguagem e relevantes para a fixação do conteúdo.

O mais importante para mim como um professora de Inglês é sobre o sentimento de vitória para os alunos que conseguiram superar as dificuldades e cresceram em sua profissão devido à aprendizagem da língua.

Portanto, meu amigo que está aprendendo Inglês depois adulto, parabéns! Não tenha vergonha de cometer erros, falar, mesmo sem a certeza das palavras, ficar tenso, ou errar na concordância. Vá em frente, porque é só assim que se aprender um novo idioma.

E para aqueles de vocês que ainda têm medo de tentar, deem o primeiro passo. É mais fácil do que vocês pensam!
Pergunte-me como!

In English

It´s Never too late to learn to speak English
Most adults think they have passed the appropriate age and that they will no longer be able to learn to speak English. I’ve heard phrases like “old parrot does not learn to talk” or “I have much vocabulary, but I don´t form sentences” or “I get too nervous and forget everything.”

We all go through difficulties when trying to learn to do something new when we are old. It maybe be a sport, manual work, or study. Any learning is more difficult over the years, but this may not be cause for discontinuance.

It is very common to justify ourselves with excuses of lack of time, money, transport, inhibition and thereby avoid having the courage to roll up the sleeves and overcome barriers. There are now even online English Courses!

In terms of Education, researches put Brazil at the end of the line between countries with knowledge of English Language. This is depressing, especially if we think that we will soon host the Olympics, an event which involves knowledge of English.

Some people have undergone humiliation when referring erroneously or using terms known as false cognates and they ended up involved in great trouble. I know some cases of people who, once abroad, have experienced embarrassing situations that became comical.

All these bizarre experiences during international travels, job interviews, or meetings are valid and are part of the development process of learning a new language. The learner has to move on, do not feel dejected, he should know that it’s all part of the process of language acquisition and that these strange situations are relevant to the fixing of the content.

The most important for me as a teacher of English Language has to be about the feeling of victory for the students who managed to overcome the difficulties and grew up in their profession due to language learning.

So my friend who is learning English as an adult, congratulations! Do not be shy about making mistakes, talk even without the certainty of words, tenses, or of concordance, and go ahead, because it’s just so that you learn a new language. And for those of you who are still afraid to try, take the first step. It’s easier than you think!
Ask me how!

Nunca é tarde para aprender a falar Inglês!

A revista Veja publicou um artigo interessante sobre este tema. Era a história de capa e muitos dos meus alunos compraram a revista influenciados pelo artigo. Como esta é a minha área de especialização, corri para ler a história, também.

Infelizmente, o que a maioria dos adultos acha que é que eles passaram da idade adequada e que não serão capazes de aprender a falar Inglês. Já ouvi frases como “papagaio velho não aprende a falar” ou “Eu tenho muito vocabulário, mas eu não sei formar frases” ou “Eu fico muito nervoso e me dá um branco.”  Atualmente tenho alunos de 60, 70 anos que têm um excelente desempenho e muita satisfação com o aprendizado!

Qualquer aprendizagem é mais difícil ao longo dos anos, mas isso não pode ser motivo de desistência. É comum nos justificarmos com desculpas de falta de tempo, dinheiro, transporte,  inibição e não ter a coragem de arregaçar as mangas para superar os obstáculos.

Em termos de educação, pesquisas colocam o Brasil no fim da linha entre países com conhecimentos de Inglês. Isso é deprimente, especialmente se pensarmos em todos os eventos mundiais que ocorrem no Brasil e que envolvem conhecimentos de Inglês.

Quando temos sucesso ao fazer alguma coisa, o sentimento de vitória por superarmos as dificuldades é imenso! Especialmente quando você cresce em sua profissão devido à aprendizagem de línguas.

Algumas pessoas já sofreram humilhação ao falar Inglês e usar uma palavra ou frase erroneamente e acabaram envolvidas em grande dificuldade ou constrangimento. Eu sei de alguns casos de pessoas no exterior que passaram por situações tão embaraçosas que se tornaram cômicas.

Todas essas experiências bizarras durante viagens internacionais, entrevistas de emprego, ou reuniões são válidas e fazem parte do processo de desenvolvimento da aprendizagem de uma nova língua. O aluno tem que seguir em frente, não se sentir desanimado, ele deve saber que tudo isso faz parte do processo de aquisição da linguagem e que essas situações estranhas são importantes para a fixação do conteúdo.

Então, meu amigo que está aprendendo Inglês depois de adulto, parabéns! Não tenha vergonha de cometer erros, falar sem a certeza das palavras, ficar tenso, ou errar na concordância. Vá em frente, porque é só assim para aprender uma nova língua. E para aqueles que, ainda têm medo de tentar, de dar o primeiro passo, é mais fácil do que você pensa!

Paula Lyra e Alves

dscn04171.jpg

In English

It´s Never too late to learn to speak English

The Veja Magazine published an interesting article on this topic. It was the cover story and many of my students bought the magazine influenced by the article. Once this is my area of expertise, I rushed to read the story, too.

Unfortunatelly, what most adults think is that they have passed the appropriate age and that they will no longer be able to learn to speak English. I’ve heard phrases like “old parrot does not learn to talk” or “I have much vocabulary, but I don´t form sentences” or “I get too nervous and forget everything.” Currently I have some students with 60 and 70 years old who have excellent performance and are very happy with their outcome!

Any learning is more difficult over the years, but this may not be cause for discontinuance. It is very common to justify ourselves with excuses of lack of time, money, transport, inhibition and thereby avoid having the courage to roll up the sleeves and overcome barriers.

In terms of Education, researches put Brazil at the end of the line between countries with knowledge of English Language. This is depressing, especially if we think of all the world events that occur in Brazil involving the knowledge of English.

When succeding to do something, the feeling of victory for those who managed to overcome the difficulties is immense. Especially when you grow up in your profession due to language learning.

Some people have suffered humiliation when speaking English after using a word or phrase and mistakenly ended up involved in great difficulty or embarrassment. I know of some cases of people abroad who have been through such embarrassing situations that have become comical.

All these bizarre experiences during international travels, job interviews, or meetings are valid and are part of the development process of learning a new language. The learner has to move on, do not feel dejected, he should know that it’s all part of the process of language acquisition and that these strange situations are relevant to the fixing of the content.

So my friend who is learning English as an adult, congratulations! Do not be shy about making mistakes! Talk even without the certainty of words, tenses, or of concordance. Go ahead, because it’s just so that you learn a new language. And for those of you who are still afraid to try, take the first step. It’s easier than you think!

Paula Lyra e Alves

Erros comuns que se deve evitar ao aprender Inglês

Você acha que só ir à aula vai te ensinar a falar Inglês?

O professor apenas apresenta o material, cabe ao aluno internalizar depois o que foi aprendido. O tempo de aula não é suficiente para fazer a memorização e fixação do conteúdo aprendido e nem para começar uma prática suficiente. Os alunos devem estudar e praticar fora da sala de aula, para se tornar bem sucedidos. Vejam alguns erros e tente evitá-los.

1- Quero ver coisas interessantes!

O professor e o livro didático são apenas o ponto de partida, não o fim para tudo. Não se limite a isso, procure coisas que te interessem em Inglês como: músicas, filmes, programas de TV, livros, jornais, vídeos virais, anúncios engraçados, blogs, fóruns, desenhos animados, histórias em quadrinhos, jogos, receitas e sites de perguntas e respostas. Consulte traduções no início, mas depois fuja delas!

2- Tem muita coisa diferente e complicada!

Haverá muitas de coisas que funcionam de forma diferente em Inglês do que em Português. Algumas delas podem parecer (ou ser) ilógicas. Ao invés de ficar com raiva, frustrado, ansioso; sinta-se feliz por poder explorar essa nova maneira de se expressar.

3- Nunca tenho tempo para estudar!

A aprendizagem de línguas não tem que ser extenuante! Você pode conseguir bons resultados com aulas de 2 vezes por semana e se comprometendo a estudar em casa e fazer suas tarefas.  Desenvolvendo um ritmo de estudo frequente, você estará treinando e mantendo sua prática constantemente.

3- Odeio aprender Gramática!

Na verdade, aprender gramática raramente é alegre, mas isso não deve ser algo aterrorizador! Não tem como se desenvolver conversação sem saber usar verbos, pronomes, estruturas. Um estado de espírito positivo vai ajudar muito e tornar os estudos memoráveis. Não hesite em trocar de livros textos ou utilizar múltiplas fontes ao mesmo tempo. Use materiais autênticos sempre que puder.

4- Encontro desculpas para não usar a língua, ao invés de motivos para usá-la.

Há diversas razões para não usar o idioma que você está aprendendo. Talvez o seu nível linguístico ainda esteja muito baixo. Talvez você não conheça nenhum falante nativo nas proximidades. Talvez você nem pretenda viajar ao exterior. Estas são todas boas razões mesmo, mas não devem te impedir de alcançar seu objetivo. Não busque desculpas, mas vise soluções e estratégias.

Seguem algumas boas dicas para te ajudar:

  • Cumprimente seus amigos em Inglês da próxima vez que você vê-los. Não importa se eles não entendem você pode ensinar;
  • Convença sua família que os filmes de Hollywood são mais bem apreciados no original inglês;
  • Se tiver que pesquisar por algo, use a Wikipédia em inglês a fim de obter uma perspectiva internacional;
  • Planeje um final de semana só falando em inglês, assistindo filmes. Convide amigos;
  • Invente razões para falar com estrangeiros que você vê em torno da cidade, dar lhes boas-vindas ou trocar informações sobre lugares favoritos;
  • Escreva as 10 razões para estudar o idioma e pendure em local visível;
  • Use a linguagem.

Mantenha seu propósito firme e bons estudos! dscn04171.jpg

Fonte: http://time.com/3628605/avoid-mistakes-foreign-language/