What to consider when planning courses

This is part of a lesson from British Council which I am attending at the moment. A great course for ELT teachers.

It’s important for any to have an overview and scheme of work for the whole course. Otherwise, you’ll end up working from day to day, and it’ll be hard to see whether you’re covering everything that needs to be covered.

What do you need to consider when planning your course? First of all, there are lots of ‘external’ factors. You’ll definitely need to think about the syllabus and the end of course exam, if there is one. You may have a textbook which you have to use. Last but not least, there are the learners; you need to consider their needs, interests and motivations.

There will certainly need to be variety, both in terms of topic and in terms of language skills. For example, across the course is there enough listening, writing, vocabulary input overall? Are the lessons too heavily biased towards grammar? In short, you have to think carefully about these two questions:

  1. What will I teach?
  2. In what order will I teach these items?

You might then go on to include the resources and materials you will use, for example coursebook pages or additional materials.

Now we’d like to hear your ideas on course planning:

  • What do you need to consider when planning your courses?
  • How do you approach course planning?

Watch the full article at

https://www.futurelearn.com/courses/english-language-teaching/1/steps/45544

Ways to build rapport between teachers and learners

How to develop a nice atmosphere in class and teach with success. 

Choose your attitude

You need to be friendly but professional. Remember that your students don’t want you as a friend, but want to respect you as a teacher. Show them from the outset that you expect them to work hard in your class, but that it can be enjoyable.

Use names

Yes, it can be difficult with a large class to learn names quickly, but using your learners’ names shows that you see them as individuals and creates bonds.

Listen

Really listen to the messages in what your learners say, not just the English that they produce. Try to avoid unnecessary ‘echoing’, or simply repeating what learners say and be aware of the amount of time you spend talking in a class.

Avoid over-correcting

Teachers who correct learners every time they speak run the risk of damaging learner confidence and breaking down rapport. Of course, learners need correcting at times, and when this is done supportively it can increase trust between learner and teacher.

Stand tall

Work on your voice and body language so that you appear confident, even if you really don’t feel it. Your voice needs to be loud and clear. Stand straight in front of the class, and don’t hide behind a desk.

https://www.futurelearn.com/courses/english-language-teaching/1/steps/40463

Christmas Ornaments

Já está tudo pronto para a criançada confeccionar os enfeites da árvore de Natal.
A massa já foi feita, modelada e assada.
Agora só falta decorar com tinta, glitter e muita imaginação e alegria.!
href=”https://paulalyra.files.wordpress.com/2014/12/img_0811.jpg”>IMG_0811.JPG

IMG_0812-0.JPG

In English
Everything is ready for the children to make Christmas tree ornaments.
The dough has already been made, shaped and baked.
Now we need to decorate with paint, glitter and lots of imagination and joy.

Dez Mandamentos para Motivar o Aprendizado de Línguas

Segue boa leitura para profissionais que trabalham com o ensino de idioma.

O restante da matéria pode ser encontrado no link abaixo.
1 Criar um exemplo pessoal com o seu próprio comportamento
2- Desenvolver um bom relacionamento com os alunos
3- Aumentar auto-confiança linguística dos alunos
4- Preparar as aulas interessante
5- Promover a autonomia do aluno
6- Personalizar o processo de ensino
7- Aumentar o direcionamento de metas dos alunos
8- Familiarizar os alunos sobre a cultura do idioma
9- Criar um ambiente descontraído e agradável na sala de aula
10- Apresentar as tarefas de forma adequada

Anuncio Paula Lyra ELT School

In English

Good article for professionals working with the language of instruction.

The rest of it can be found on the link below.

‘Ten commandments for motivating language learners’:
1 Set a personal example with your own behaviour
2- Develop a good relationship with the learners
3- Increase the learners’ linguistic self-confidence
4- Make the language classes interesting
5- Promote learner autonomy
6- Personalise the learning process
7- Increase the learners’ goal-orientedness
8- Familiarize learners with the target culture
9- Create a pleasant relaxed atmosphere in the classroom
10- Present the tasks properly

http://oupeltglobalblog.com/2011/05/06/10-commandments-for-motivating-language-learners/

Halloween Celebration

Our Party was spooktacular!
We had a lot of fun with the movie, the activities, the costumes and the treats.
It was a great time that we share with our classmates!Halloween 1IMG_0695-0IMG_0451 Halloween 3

 

A nossa festa foi espetacular!
Nós tivemos um monte de diversão com o filme, as atividades, as fantasias e as guloseimas.
Foi um grande momento que compartilhamos com nossos colegas.

Como Smart Phones podem ajudar nas aulas de Inglês?

Smart Phones are here to stay. They can help students and teachers to create tools and new strategies for the classes

Here are ten tips from Kenneth Beare on how to use them to help improve English Studies.

dscn04171.jpg

1. Use smart phones for vocabulary exercises with Google image search. 

A picture is worth a thousand words. I like to use my smart phone, or have students use their smart phone to look up specific nouns on Google images or another search engine. You’ve all seen how a visual dictionary can greatly improve vocabulary retention. With smart phones, we have visual dictionaries on steroids.

2. Use smart phones for translation, but only at a specific time.

I try to encourage students to read using three phases. 1) Read for gist – no stopping! 2)Read for context – How can the words surrounding unknown words help with understanding? 3) Read for precision – explore new vocabulary using a smart phone or dictionary. Only in the third phase do I allow smart phone use. Students are pleased because they can look up words. However, they’re developing good reading skills by not immediately translating every word they do not understand.

3. Use smart phones for communicative activities using apps.

We all communicate with our smart phones in different ways depending on different apps. In other words, texting with a messaging app is bound to be different than writing an email on your computer. Take advantage of this and promote activities that are specific to a given context. One example might be to have students text each other to complete a given task.

 

4. Use smart phones for help with pronunciation.

This is one of my favorite uses of smart phones in class. Model pronunciation for them. For example, focus on suggestions. Ask students to open a recording app. Read five different ways to make a suggestion aloud. Pause between each suggestion. Have students go home and practice mimicking your pronunciation in the pause between each suggestion. There are many, many variations on this theme. 

Another great use for pronunciation is to have students change the language to English and try to dictate an email. They’ll have to work really hard at word level pronunciation in order to get the desired results.

5. Use smart phones instead of a thesaurus.

Have students search on the phrase “words like …” and a host of online offerings will appear. Encourage students to use their smart phones during writing class in this manner while focusing on developing a wider range of vocabulary. For example, take a simple sentence such as “The people spoke about politics.” Ask students to come up with a number of versions using their smart phones to find substitutes for the verb “speak.”

6. Use smart phones to play games.

Yes, yes, I know. This is something we shouldn’t encourage in class. However, you might encourage students to write down phrases they experience while playing games to bring into class to discuss in more detail. There are also a number of word games such as Scrabble or word search puzzles that are actually instructive as well as fun. You can make room for this in your class as a “reward” for completing a task, just make sure to tie it to some sort of report back to the class.

7. Encourage students to use smart phones to keep track of vocabulary.

There are a wide variety of MindMapping apps available, as well as a myriad of flash card apps. You can even create your own flash cards and have students download your set of cards to practice in class. 

8. Use smart phones for writing practice.

Have students write emails to each other in order to complete a specific task. Change up the tasks to practice different types of register. For example, one student might write a product inquiry with another student replying to the inquiry with a follow-up email. This is nothing new. However, just using their smart phones can help motivate the students to complete the task.

9. Use smart phones to create a narration.

This is a variation on writing emails. Have students choose photos they have taken and write a short story describing the photos they have chosen. I find that by making in personal in this manner, students engage more deeply with the task.

10. Use smart phones to keep a journal.

One more writing exercise for the smart phone. Have students keep a journal and share it with the class. Students can take photos, write descriptions in English, as well as describe their day.

Source: http://esl.about.com/od/modernteachingtechniques/fl/Using-a-Smart-Phone-to-Teach-English.htm?nl=1

 

Em Português

Telefones inteligentes ou Smart Phones estão aqui para ficar. Eles podem ajudar os alunos e professores a criar ferramentas e novas estratégias para as classes.

  Aqui estão dez dicas de Kenneth Beare de como usá-las para ajudar a melhorar os estudos de inglês.

1. Use Smart Phones para exercícios de vocabulário com a pesquisa de imagens do Google.

Uma imagem vale mais que mil palavras. Eu gosto de usar o meu telefone inteligente, ou que os alunos usam seu telefone inteligente para procurar nomes específicos em imagens do Google ou outro motor de busca. Vocês todos já vimos como um dicionário visual pode melhorar muito a retenção de vocabulário. Com os telefones inteligentes, temos dicionários visuais sobre esteróides.

2. Use Smart Phones para a tradução, mas apenas em um momento específico.

Eu tento incentivar os alunos a ler usando três fases. 1) Leia por essência – sem parar! 2) Leia para o contexto – Como podem as palavras em torno palavras desconhecidas ajudar com o entendimento? 3) Leia de precisão – explorar novo vocabulário usando um telefone inteligente ou dicionário. Apenas na terceira fase que eu permitir que o uso do telefone inteligente. Os alunos estão satisfeitos, porque eles podem procurar palavras. No entanto, eles estão desenvolvendo boas habilidades de leitura por não imediatamente traduzir cada palavra que eles não entendem.

3. Use Smart Phones para atividades comunicativas usando apps.

Todos nós comunicamos com nossos telefones inteligentes de maneiras diferentes, dependendo de diferentes aplicativos. Em outras palavras, mensagens de texto com um aplicativo de mensagens é obrigado a ser diferente do que escrever um e-mail no seu computador. Aproveite esta e promover atividades que são específicas para um determinado contexto. Um exemplo poderia ser a de que os alunos de texto uns aos outros para completar uma determinada tarefa.

4Use Smart Phones para ajudar com pronúncia.

Este é um dos meus usos favoritos de telefones inteligentes em sala de aula. Pronúncia modelo para eles. Por exemplo, o foco em sugestões. Peça aos alunos para abrir um aplicativo de gravação. Leia cinco maneiras diferentes de fazer uma sugestão em voz alta. Pausa entre cada sugestão. Peça aos alunos que ir para casa e praticar imitando a sua pronúncia na pausa entre cada sugestão. Há muitas, muitas variações sobre o tema.

Outra grande utilidade para pronúncia é ter estudantes alterar o idioma para Inglês e tentar ditar um e-mail. Eles vão ter que trabalhar muito duro ao nível da palavra pronúncia, a fim de obter os resultados desejados.

5Use Smart Phones em vez de um dicionário de sinônimos.

Peça aos alunos pesquisar na frase “palavras como …” e uma série de ofertas on-line aparecerá. Encoraje os alunos a usar seus telefones inteligentes durante a escrita de classe desta maneira enquanto se concentra no desenvolvimento de uma ampla gama de vocabulário. Por exemplo, pegue uma frase simples como “O povo falou sobre política.” Peça aos alunos para chegar a um número de versões que usam seus telefones inteligentes para encontrar substitutos para o verbo “falar”.

6UseSmart Phones para jogar.

Sim, sim, eu sei. Isso é algo que não deve encorajar na aula. No entanto, você pode incentivar os alunos a escrever frases que experimentam durante os jogos para trazer para a aula para discutir com mais detalhes. Há também uma série de jogos de palavras, como Scrabble ou da busca da palavra quebra-cabeças que são realmente instrutivo, bem como divertido. Você pode abrir espaço para isso na sua classe como uma “recompensa” para completar uma tarefa, apenas certifique-se para amarrá-lo a algum tipo de relatório para a classe.

7. Incentivar os alunos a usar Smart Phones para manter o controle de vocabulário.

Há uma grande variedade de aplicativos disponíveis MindMapping, bem como uma infinidade de aplicações de cartões flash. Você pode até mesmo criar seus próprios cartões de memória flash e peça aos alunos fazer o download do conjunto de cartas para a prática em sala de aula.

8Use Smart Phones para escrever prática.

Peça aos alunos que escrever e-mails uns para os outros, a fim de completar uma tarefa específica. Mude as tarefas para praticar diferentes tipos de registo. Por exemplo, um aluno pode escrever um inquérito produto com outro aluno responder ao inquérito com um e-mail follow-up. Isso não é novidade. No entanto, apenas usando seus telefones inteligentes podem ajudar a motivar os alunos para completar a tarefa.

9. Use Smart Phones para criar uma narração.

Esta é uma variação sobre a escrita de e-mails. Peça aos alunos escolher as fotos que tomaram e escrever um conto descrevendo as fotos que eles escolheram. Acho que fazendo em pessoal desta forma, os alunos se envolver mais profundamente com a tarefa.

10. Use Smart Phones para manter um diário.

Mais um exercício de escrita para o telefone inteligente. Peça aos alunos manter um diário e compartilhá-lo com a classe. Os alunos podem tirar fotos, escrever descrições em Inglês, bem como descrever o seu dia.

Fonte: http://esl.about.com/od/modernteachingtechniques/fl/Using-a-Smart-Phone-to-Teach-English.htm?nl=1

Dúvidas sobre aprendizado bilíngue

Seguindo com esse tema, seguem alguma perguntas e resposta sobre o trabalho em biliguismo em Paula Lyra ELT School.

·        1 – O que é ensino bilíngüe?

O programa tem como meta oferecer uma formação cultural internacional, através de aulas dinâmicas que incentivem a participação e  interação com a língua Inglesa. Este programa promove o multiculturalismo, a cidadania, fluência e proficiência na língua através de atividades acadêmicas ou lúdicas.

·        2 – Qual a idade preferencial para a aquisição de uma língua estrangeira?

Estudos demonstram que, o quanto antes um aluno for exposto a uma segunda língua, mais rápida se dará à aquisição e a fluência, pois, dentre alguns motivos, o cérebro ainda não diferenciará os fonemas da língua mãe criando assim a ausência do sotaque, tão comum em alunos que aprenderam uma segunda língua quando adolescentes ou mesmo já adultos.

·        3 – Como um aluno pode se beneficiar com este programa?

Há diversas maneiras de um aluno se beneficiar com o aprendizado de uma segunda língua. Ao contrário do que se pensa, o aprendizado de uma língua adicional potencializa o aprendizado da primeira língua e o desenvolvimento de áreas sociais e físicas estando diretamente relacionado à habilidade duradoura de comunicação com muitas pessoas.

·        4 – Em quanto tempo um aluno se torna bilíngüe?

A aquisição de uma língua estrangeira está diretamente ligada ao tempo de exposição à nova língua, dedicação e habilidade. Em geral em um ambiente centrado na língua Inglesa e, obviamente, respeitando-se as diferenças individuais de cada criança, este aprendizado se dará em um prazo de 2 a 4 anos para uma boa fluência. Como a linguagem, porém, é algo muito dinâmico,  necessita estar sempre sendo utilizada para não ser esquecida ou ficar obsoleta.

·        5 – Como acontece o aprendizado?

Uma das formas de desenvolver as áreas de conhecimento é através de projetos. É comum aluno da mesma faixa etária se interessar por assuntos parecidos. Acredita-se que o aprendizado acontece de uma forma mais significativa quando há motivação e participação. Esta maneira de trabalhar propicia inúmeras oportunidades de pesquisa, interação e troca de experiências com os alunos e também com os pais, que sempre participam mandando materiais, pesquisando em casa ou mesmo vindo à escola para compartilhar seus conhecimentos.

·        6 – Há confusão com a língua materna?

Durante o processo inicial de aquisição da língua, o aluno fará alguma mistura com palavras de ambas as línguas, porém logo em seguida, os mecanismos do cérebro identificarão o uso de cada língua individualmente e esta mistura não acontecerá mais.

 .        7 – Existem avaliações ou provas regulares?

O processo de avaliação é sistemático e contínuo, não há datas de avaliações previamente agendadas, estas acontecem gradativamente.

.     8 –  Como se desenvolvem as atividades no dia a dia?

Na sala de aula desenvolvem-se uma série de atividades, entre elas: Calendário, Histórias e Roda de Conversa (um momento diário onde as crianças e professor trocam experiências, aprendem sobre assuntos novos, cantam e trabalham com o corpo) Dramatização, Colagem e Desenho, Culinária, Horta. Os alunos participam também de atividades de livre escolha, que são trabalhadas a partir de uma série de materiais disponíveis na classe. Os vídeos e softwares são usados como material de apoio para nossos projetos.

·        9 – Existe tarefa de casa?

Há alguns exercícios para reforço e fixação do que foi aprendido em sala.

·        10 – Qual é o material didático utilizado?

O material utilizado existente em sala de aula é para o uso coletivo dos alunos:  livros, CDS, vídeos, fantoches, softwares, jogos, cards, etc. Todo o material é importado por editoras internacionais e livrarias.

 

In English

· 1 – What is bilingual education ?

The program aims to provide an international cultural training through dynamic lessons that encourage participation and interaction with the English language . This program promotes multiculturalism , citizenship , fluency and proficiency in the language through academic or recreational activities . 

· 2 – What is the best age for the acquisition of a foreign language ?

Studies show that the sooner a student is exposed to a second language , the faster will be the acquisition and fluency because , among several reasons ,  the brain doesn’t differentiate phonemes from mother tongue thus creating a lack of accent, so common for students who have learned a second language as teenagers or even after adults . 

· 3 – How can a student can from this program ?

There are several ways for a student to benefit from learning a second language . Contrary to popular belief , learning an additional language enhances the learning of the first language and the development of social and physical areas is directly related to the enduring ability to communicate with many people . 

· 4 – How long a student becomes bilingual ?

The acquisition of a foreign language is directly linked to the exposure time to the new language , dedication and skill. Generally in a project focused on English language and obviously respecting the individual differences of each child , this learning may occur in  2 to 4 years for a good fluency. As language , however, is something very dynamic , needs to be constantly used  not to be forgotten or become obsolete . 

· 5 – How is the learning ?

One of the ways to develop the knowledge areas is through projects . Students of the same age show interest in similar issues . It is believed that learning becomes more significant when there is participation and motivation . This way of working provides numerous opportunities for research , interaction and exchange of experiences with students and with parents who participate by sending materials , researching at home or even coming to school to share their knowledge . 

· 6 – Is there any confusion with the first language?

During the initial process of language acquisition , the student will do some mixing with words of both languages ​​, but soon after , the brain mechanisms identify the use of each language individually and this mixture will not happen again . 

 . 7 – Are There any regular assessments or tests ?

The evaluation process is systematic and continuous ,  there are no dates previously scheduled , these happen gradually . 

. 8 – How are activities in class ?

There are a series of activities , including : Calendar , Stories, Circle Time (daily time where children and teacher exchange experiences , learn about new subjects , sing and work with the body ) Dramatization , and Collage drawing , Cooking , Gardening . Students also participate in free choice activities , which are crafted from a range of materials available in class . The videos and software are used as support material for our projects . 

· 9 – Is there any homework ?

There are some exercises for strengthening and fixing what was learned in the classroom. 

· 10 – What is the teaching materials used ?

The existing material used in the classroom is for the collective use of students : books , CDs , videos , puppets , software , games , cards , etc.  All material is imported by international publishers or bookstores.

 

 

Como funciona a aprendizagem em Língua Inglesa

Tanto adultos como crianças não mantêm a atenção por muito tempo em algo que seja chato ou desinteressante.

Para que uma aula seja envolvente e  seu conteúdo aprendido e fixado, não necessariamente esta atividade precisa ser monótona com exercícios de lousa ou de caderno.

Quando alguma atividade acontece em sala de aula, mesmo que esta não envolva leitura, mas que as orientações sejam dadas em Inglês, já se trata de uma aprendizagem.

Ao desenvolvemos um jogo, um artesanato, ou assistimos à um vídeo; se essas atividades estiverem acontecendo em Inglês o aprendizado também está acontecendo em paralelo, mas de uma maneira envolvente. Easter Egg Coloring

O ser humano tem diferentes formas de aprender: visual, auditiva, linguística, sinestésica, musical, espacial, lógica e matemática. Todas estas formas devem ser estimuladas durante a aprendizagem para que essa seja facilitada. Através de diferentes tipos de exercícios ao longo das aulas, este objetivo é alcançado de uma maneira gostosa e eficaz.

Não se enganem, pois aulas chatas de cópias da lousa, repetições ou exercícios de gramática não levam ao aprendizado da língua ou fixam mais o conteúdo. Estas apenas cansam e desmotivam o aluno a aprender uma segunda língua.

Quer mais informações, leia outros artigos sobre Ensino Bilíngue em meu blog.

Seeds, Seeds, Seeds

Prezados Alunos, Pais e Amigos,

O projeto que estaremos desenvolvendo nas aulas dessa vez será sobre sementesThe tiny seed

Vamos coletar os mais variados tipos de sementes que existem: de frutas e cereais que comemos no dia a dia, de flores, de plantas, de árvores. seeds

Faremos muitas atividades relacionadas ao tema como:  leitura de história, assistir à vídeos, confeccionar livretes, coleta e plantio de sementes e acompanhar o crescimento e desenvolvimento das sementes que plantarmos em sala. little seed

Todos  podem colaborar enviando para a aula fotos, CDs, livros, sementes ou demais objetos sobre o tema.

Com certeza este projeto será muito educativo!

 

The project that we are developing in class this time will be about seeds.

We will collect several kinds of seeds that exist like: fruit, flowers, plants, and trees.
We will do many activities related to the theme as story reading, watching videos, making booklets, collecting and planting seeds and monitor the growth and development of seeds we sow in the classroom.
You can contribute by sending to class photos, CDs, books, seeds or other objects on the topic.

Surely this project will be very educational!